Tocayo #12 – toda arte é bem-vinda

Programação do Tocaio #12

O ano está acabando e, para fechar com muita energia todas as boas novidades que pintaram pelo 7 nesses nossos 10 meses de existência, dezembro está se mostrando um mês mais que especial. A começar neste sábado, 3 de dezembro, quando participaremos da 12ª edição do Tocayo, evento multimídia tocado por Marcio Isensee, Erika Mader, Marco Antônio de O. Santos, Kiki Simonsen, Diogo Russo e Lucas Zappa.

Nossa participação vai ficar por conta da curadoria de uma projeção que será exibida em uma das tevês do evento. Convidamos para integrar essa expo, alguns dos fotógrafos que enviaram trabalhos para a #Mesa7, dando preferência a trabalhos inéditos ou ainda pouco conhecidos, que estivessem em sintonia com a nossa forma de ver, sentir e viver fotografia.

Estão presentes na projeção os trabalhos Solo e Chão, de Helder Tavares; O´pen, de Alexei Joseph;  Cidade Reticente, de Clara Simas; Objetivando o Olhar, de Robson Dias; Senhor dos Passos, de Arnon Gonçalves; Os Reis do Março, de Ytallo Barreto; Série Sem Nome, de João Pedro David; Barbies Berkeley, de Manuela Galindo; e Exercício de Memória, de Fernanda Mafra.

Enquanto estávamos elaborando a narrativa desta projeção observamos que a costura entre os trabalhos trazia uma certa reflexão sobre a cidade: a urbe afetiva que aparece a partir da imersão no caos cotidiano e traz uma poética desconcertante aos nossos olhos tão acostumados a codificar as informações e seguir em frente; a cidade partida, que nos chega através das interrupções que causamos no modo de viver das outras pessoas de forma consciente ou não; o espaço urbano enquadrado que nos força a olhar pra frente sempre e perceber as modificações no caminho; ou as trilhas que se abrem por entre as portas escancaradas da memória.

Todas essas cidades mostraram um diálogo delicado com outros trabalhos da seleção que falam sobre as buscas interiores do homem. Elas se conectam às pistas que chegam por meio da contemplação; do mergulho na transcendência; das dores das crenças construídas e expurgadas a cada dia; da percepção do movimento do mundo por meio de suas vivências sutis ou da simulação de desejos ainda não realizáveis; bem como na reconfiguração de nossas próprias recordações.

Este universo de possibilidades nos deixou bem felizes e confortáveis para enviar os trabalhos para um festival cujo ponto de partida é a recepção calorosa das expressões artísticas. A sintonia entre nós, os projetos enviados e o Tocayo mostra que o desejo de compreender o que nos toca pode ser uma via para concretizar projetos conjuntos, independente de onde estejamos e se nos conhecemos pessoalmente ou não. O conhecer o outro vem por meio de outros chamados até que o encontro frente-a-frente possa se realizar. Isso é muito bom!

Nós não poderemos estar presencialmente no Rio de Janeiro e muitos de nossos convidados também não, mas temos certeza que estamos participando de algo significativo – porque a própria construção dessa estada mexeu muito com todos nós. Para quem puder participar, o evento vai acontecer neste sábado, dia 3, no Galpão Ação da Cidadania (Av. Barão de Tefé, 75 – Gamboa). O 1º lote promocional de ingressos já tá esgotado, mas 2º lote online já foi aberto e custa R$20 (R$10 meia – estudante ou com Itaúcard). Na hora, os ingressos custam R$30 até 22h e R$50 depois disso (tudo com direito a meia).

Que a arte seja bem ida e bem vinda para todos nós!

Sobre 7 Fotografia

Fotografia estudos discussões
Esse post foi publicado em Agenda e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s