Diário de Bordo – Fest Foto Poa 2012 – Olhares Primeiros

Fazer um Diário de Bordo do Fest Foto Poa é uma das coisas mais difíceis do mundo para mim. É um festival pelo qual eu sou completamente apaixonada e faço questão de comparecer todos os anos. Ele tem uma proposta política, filosófica, social e fotográfica (claro!) que toca diretamente em coisas que eu acredito muito e por isso estar em Porto Alegre a VI.VER o festival é uma das experiências mais importantes do ano.

Outro aspecto que precisa ser mencionado neste começo de conversa é que o tema do Fest Foto Poa deste ano é A Experiência Coletiva e a homenageada é Nair Benedicto, uma das mais respeitadas fotógrafas do país e co-fundadora da Agência F4. O papel dela no fotojornalismo e no documentarismo, em especial relacionado aos direitos humanos, é digno de todas as reverências possíveis, de modo que se tem algum leitor deste texto que não conhece a importância de Benedicto para a história do país (e isso não é uma brincadeira), eu sugiro que comece a pesquisar neste momento.

A homenagem a Nair Benedicto rendeu a publicação do livro VI.VER (expressão que eu me apoderei no começo do texto para falar da intensidade de estar presente no festival), que foi lançado hoje com sessão de autógrafos e um diálogo aberto com mulheres que acompanharam de perto a trajetória da fotógrafa. Ontem, durante a abertura do festival ocorreu o lançamento da exposição homônima, que traz um panorama bastante significativo da carreira de Nair.

Ela estima que cerca de 70% do material exposto em Porto Alegre jamais tenha sido publicado. Fotos que vieram ao conhecimento do público depois de uma belíssima pesquisa de acervo. Os outros 30% foram compostos por fotografias históricas na carreira de Benedicto e que, por sua importância na história da fotografia e da sociedade brasileira, não podiam deixar de ser exibidas. Este material foi produzido, em sua maioria, durante o tempo de vivência de Nair na Agência F4 e sua publicação sempre foi desejada tanto por ela quanto pela comunidade fotográfica.

Presenciar tudo isso, ao vivo, é um privilégio que não tem preço. Um aprendizado afetivo, fotográfico, formativo e político. Se alguém me vir com cara de choro nos bastidores do festival, vai saber que é pela emoção de estar sendo presenteada com uma discussão sobre experiência coletiva com a seleção de convidados e experiências proporcionadas por esta edição 2012 do Fest Foto Poa. Tenham certeza…

Enquanto eu vou aprofundando as discussões para dividir com vocês, nos próximos posts, seguem algumas imagens do festival, que este ano está sendo realizado no Memorial do Rio Grande do Sul, que fica no centro de Porto Alegre.

Montagem da Biblioteca do Fest Foto Poa, que reúne publicações doadas por fotógrafos, editoras e pessoas interessadas em colaborar com a iniciativa. Durante o evento, o público pode acessar os livros com o auxílio de uma monitora. Quando o festival termina, os livros são doados para um projeto ou instituição. Este ano quem recebe é o projeto Imagens do Povo (RJ), que também é convidado do evento. Foto: Ana Lira

Biblioteca montada! As doações continuam sendo recebidas ao longo do evento. Foto: Ana Lira

Carlos Carvalho abre oficialmente a edição 2012 do festival. Foto: Ana Lira

Exposição Vi.Ver de Nair Benedicto é aberta ao público. Foto: Ana Lira

Exposição está no primeiro andar do Memorial do Rio Grande do Sul, sede 2012 do evento. A mostra é gratuita e aberta ao público, das 10h às 20h. Foto: Ana Lira

Entre imagens, Nair Benedicto dialoga com amigos e visitantes da exposição. Em primeiro plano, uma de suas fotografias mais famosas. Foto: Ana Lira

Nair Benedicto concede entrevista aos estudantes e jornalistas que estiveram presentes na exposição. Foto: Ana Lira

Celebração de abertura do Fest Foto Poa e da exposição de Nair Benedicto. Foto: Ana Lira

Anúncios
Esse post foi publicado em Diário de Bordo e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Diário de Bordo – Fest Foto Poa 2012 – Olhares Primeiros

  1. fotoescambo disse:

    I love Nair Benedicto!

  2. Ahahhaha, vou fazer coro a Hans então: I love Nair Benedicto and I love FestFotoPoa!!! ❤
    Com uma vontade imensa de estar presente por aí, fico por aqui, ansiosa, esperando teus textos, Aninha!! Boa Viagem. 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s