Diário de Bordo – Fest Foto Poa 2012 – Experiências Editoriais

Uma das últimas e mais bacanas discussões do Fest Foto Poa uniu a pesquisadora Sabrina Moura e o artista visual João Castillo. Os dois foram convidados a debater Práticas e Perspectivas da Edição Independente na América Latina. Sabrina é graduada em Fotografia e História. Em 2010 recebeu uma bolsa na França para realizar uma pesquisa sobre as estratégias elaboradas por fotógrafos e artistas visuais para produzir e disseminar publicações.

João Castillo e Sabrina Moura: ele foi um dos entrevistados da pesquisa que ela desenvolveu sobre o mercado editorial independente. | Foto: Ana Lira

Para traçar o panorama dessas iniciativas, Sabrina entrevistou diversos fotógrafos em busca de informações sobre as estruturas dos projetos elaborados. Ela investigava os conceitos estabelecidos, orçamentos, formatos de viabilização, redes de colaboração e circulação, entre outros. Uma primeira fase da pesquisa foi concluída e ela apresentou um panorama com seis estudos de caso que mostraram a amplitude de ações desenvolvidas neste campo. Entre eles estão trabalhos de Vitor Sira e Mina Barcenas e dos brasileiros Felipe Russo e Lua Cruz, do ModoBulb, e João Castillo.

Sabrina mostrou que a maioria dos projetos pesquisados em seus estudos de caso possuem baixo orçamento porque os próprios fotógrafos e artistas é quem estão envolvidos em todas as etapas do processo. Eles fazem os projetos e executam, inclusive pensando todo o plano de publicação e difusão. Isso inclui pesquisas de materiais de custo mais leve e busca de referências estéticas que prezem mais pela experimentação do que pela busca da impressão perfeita. Trabalhos que não ficam esperando o momento ideal e o financiamento perfeito para acontecer e sempre buscam maneiras de se viabilizar.

Por exemplo: o ModoBulb iniciou por meio de financiamento próprio e os editores investem seriamente em pesquisas de formatos para publicação que possam ser viabilizados sem depender de editais e financiamentos que interfiram no contexto editoral dos projetos. Por sua vez, os projetos de Mina Barcenas dialogam com o meio editorial através da construção de livros de artista. Há quem opte pela articulação via financiamento colaborativo e outros fotógrafos, como João Castilho, vêm lançando as suas publicações por meio de editais públicos.

Castillo, por sinal, foi uma das exceções do estudo de Sabrina Carvalho em relação ao processo de produção. Ele era o único artista visual cujos projetos envolviam uma equipe mais completa de articulação, em torno do projeto editorial, porque a própria característica dos editais solicitavam a remuneração de outros profissionais. Carvalho, contudo, questionou João Castillo se estes modelos de financiamento interferem na materialização dos livros.

João Castillo respondeu que as próprias contrapartidas solicitadas pelos financiadores públicos e privados podem ser consideradas interferências no processo criativo. Os livros saem com marcas, textos dos apoiadores, fichas técnicas de apoios e patrocínios. Tudo isso marca a presença na obra. O conteúdo dos trabalhos até o momento nunca foi afetado pelos apoios, mas ele crê, também, que não é interessante para os próprios editais promover esse nível de interferência porque vai de encontro à ideia de fomento à criação.

O artista visual tem uma rotina de produção editorial bastante intensa – tem quase três livros publicados, um editado e não publicado e outro em processo de pesquisa para publicação. Em todos eles, a pesquisa editorial é muito intensa e o conceito do trabalho fotográfico é materializado no livro. Um dos exemplos citados por Castillo foi a publicação de Peso Morto, cuja natureza do trabalho trazia a ideia de algo que parecesse muito mais pesado do que é realmente e o conceito foi aplicado no livro. Ele tem um aspecto robusto, mas quando se manuseia a publicação é leve, graças a uma estratégia de trabalho interno com as páginas.

Pulsão Escópica | João Castillo | Foto: Ana Lira

A mesma coisa ocorre com Pulsão Escópica, que ele acaba de lançar. Um trabalho que dialoga com as pulsões naturais do homem e seus desejos. Tem uma capa espelhada, que reflete quem está diante do livro, ao mesmo tempo em que um pequeno furo na capa convida o observador a olhar, em busca de um universo de possibilidades existentes através daquela brecha. É um projeto pensado para desafiar o observador a interagir com as fotografias e o imaginário existente em torno delas.

João Castillo afirma que conseguir transpor para o suporte de veiculação da imagem (livro, site, exposição, projeção, entre outros), as reflexões do trabalho é um dos maiores desafios que ele tem hoje, mas também uma grande instigação. Atualmente, ele está em processo de pesquisa do livro que deve receber o trabalho Hotel Tropical. Ele mostrou os primeiros estudos no Fest Foto Poa e espera conseguir que a publicação saia até 2013. Esperamos nós, também!

Como hoje seria um dia de publicar o #Plataforma aqui no blog do 7, fechamos esse Diário de Bordo do Fest Foto Poa indicando as publicações de Castillo. Tanto as que ele desenvolveu a partir de seus projetos pessoais, como o Peso Morto e o Pulsão Escópica, quanto o livro Paisagem Submersa, produzido em parceria com Pedro David e Pedro Motta. Paisagem Submersa pode ser encontrado em livrarias e pela editora Cosac Naify. Os demais livros de João Castillo podem ser comprados no site do próprio artista, que vocês podem acessar aqui!

No mais, eu queria agradecer o carinho e a companhia de vocês durante todos esses dias de publicações deste Diário de Bordo. Foram cerca 14 páginas escritas e diversas fotografias dedicadas ao Fest Foto Poa. Um dos meus festivais de coração, que eu espero poder cobrir por muitos anos a fio e relatar nesta seção. Em setembro voltamos com mais coberturas dos eventos bacanas que vão ocorrer, como o Pequeno Encontro da Fotografia, em Olinda, de 18 a 22 de setembro, e o Paraty em Foco, de 26 a 30 de setembro no Rio de Janeiro.

Um cheiro e até breve!

Esse post foi publicado em Diário de Bordo e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s