Plataforma – Masao Yamamoto

Chega a ser clichê dizer que a vida contemporânea tem exigido cada vez mais energia das pessoas mas não dá pra negar e ignorar essa realidade de necessidades tão urgentes que tanto nos consomem. O ritmo de vida, de trabalho e até mesmo de lazer das pessoas têm sido tão acelerados que quase não sobra tempo para o silêncio, para a respiração, para a serenidade. Não, não vou escrever um post de auto ajuda, mas não consegui pensar em uma outra maneira de começar a falar sobre o trabalho de Masao Yamamoto, que não fosse levantando essa questão de como a maioria das pessoas tem vivido sem se deixar absorver pelas delicadezas.

Lembro que conheci o trabalho do fotógrafo japonês Masao Yamamoto enquanto descarregava o material que tinha produzido durante o dia inteiro no jornal. Um amigo me mandou o link do site dele e enquanto eu identificava as minhas fotografias, checava e-mail, espiava o Facebook, dei uma rápida olhada em suas fotos. De cara achei o trabalho de  Yamamoto incrível. Mas confesso que só senti toda aquela beleza em um intervalo breve de 10 minutos, compartilhados com dezenas de outros links. Se é que eu posso dizer que consegui sentir aquelas fotografias naqueles instantes.

Uns dois dias depois lembrei de uma fotografia de uma espécie de uma cabana, no meio de uma floresta, com uma luz linda, tão calma, tão serena… Me lembrei dessa foto enquanto voltava de um ato de campanha política e aquela imagem se formando em minha minha memória me trouxe tanta paz que eu consegui respirar, deixar todo o estresse e agonia da pauta em segundo plano. Ali eu estava sentindo pela primeira vez a fotografia de Yamamoto. E comecei a pensar que eu preciso viver com menos urgência. Preciso olhar pra sempre uma fotografia verdadeiramente e inteiramente. E foi o que eu fiz com o site de Yamamoto. Apreciei, deixei a emoção guiar meus olhos, sem pressa, sem urgência.

Masao Yamamoto

Masao Yamamoto

É difícil encontrar palavras para definir seu trabalho… É difícil adjetivar algo tão cheio de sentimento. Mas quando penso em seu trabalho me vem à mente a palavra carinho. Aquele carinho de mãe quando vai acordar o filho… Suas fotografias são extremamente delicadas, de um minimalismo suave, quase um sopro, uma pintura em aquarela. Não gosto de comparar fotografia com pintura, mas acabou sendo inevitável, ainda mais depois de saber que Yamamoto estudou artes plásticas e pintura antes de se tornar fotógrafo.

Masao Yamamoto

Masao Yamamoto

Masao Yamamoto

Masao Yamamoto

Masao Yamamoto

Masao Yamamoto

Yamamoto trabalha quase sempre em pequenos formatos, explorando, principalmente, a relação da natureza com os seres humanos. Uma relação de simbiose, de harmonia, de calma. Assim como tempo, a memória, o silêncio também estão muito presentes em seu trabalho. O ordinário, o banal, o simples sempre se revelam como algo de extrema importância, de extrema poética.

Masao Yamamoto

Masao Yamamoto

Masao Yamamoto

Masao Yamamoto

Masao Yamamoto

Masao Yamamoto

Coincidência ou não, pesquisando sobre Yamamoto, encontrei uma linda frase dele que reflete perfeitamente o que tenho sentido e buscado ultimamente:

Para mim, uma boa foto é aquela que acalma. Nos faz sentir bondosos, gentis. Uma foto que nos dá coragem, que nos traz boas recordações, que faz as pessoas felizes.

Masao Yamamoto

Masao Yamamoto

Sobre Priscilla Buhr

Fotógrafa, Recife
Esse post foi publicado em Plataforma e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Plataforma – Masao Yamamoto

  1. Cada foto dele é um haikai. Adorei!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s