Autografia – Edu Monteiro

O que você fotografa?
Por que você fotografa?

Eu fotografo a vida,  que é tanta coisa, que vou tomar a liberdade de subverter a pergunta e embaralhar a resposta. Prefiro refletir sobre: porque eu fotografo?
Uma pergunta mais difícil – um desafio mais gostoso.

Questão que me persegue há algum tempo, e que para ela dedico meu precioso ócio, querendo desvendar, revelar, ou apenas  ruminar o assunto.

No meio do mar de textos e idéias que atravessam meu cérebro, na tentativa de achar uma ilha, que sossegue meus olhos e me encha de luz, algumas frases ficam e permanecem como essa de Baudrillard “A fotografia é nosso exorcismo. A sociedade primitiva tinha suas máscaras, a sociedade burguesa, seus espelhos, nós temos nossas imagens” *. Continuo sem resposta, mas sigo navegando… não sei porque fotografo, mas sei que a vida está aí, e eu continuo de olho nela.

O que você gosta de fotografar?

O ser humano porta uma máscara, e o mais difícil a apreender não é a sua realidade nem a sua semelhança, é a sua máscara, ou seja, sua identidade secreta – a foto tem um caráter obsessivo, peculiar, extático e narcisista. Trata-se de uma atividade singular e mesmo expressamente solitária” *

Gosto de fotografar poesia, com seus silêncios, suas pausas – ritmos e pulsões.

Minha fotografia ultimamente anda em duas direções: um olhar voltado para um mundo externo, mas sempre pessoal, através de uma construção de um documental poético, onde busco “o poder erótico de um mundo nulo” – e outro olhar voltado para as minhas entranhas, que tenho chamado de fotografia de catarse diante destes dois caminhos busco um encontro, ou uma encruzilhada entre o documental poético e a fotografia de catarse, ou, entre janelas e espelhos.

O resultado disso é uma fotografia alegórica, com máscaras, espelhos e imagens dramáticas – pelo seu silêncio e imobilidade.

*Baudrillard “A arte da Desaparição”

Fotografias da série “Sob o espelho de saturno” de Edu Monteiro, expostas no Centro de Arte Hélio Oiticica no Rio de Janeiro e no PHOTOVISA na Rússia

Fotografias da série “Sob o espelho de saturno” de Edu Monteiro, expostas no Centro de Arte Hélio Oiticica no Rio de Janeiro e no PHOTOVISA na Rússia

Edu Monteiro, o nosso segundo convidado da seção #Autografia, nasceu em Porto Alegre em 1972, é fotógrafo e sócio do Estúdio Fotonauta. Fez pós-graduação em fotografia pela Universidade Cândido Mendes (Rio de Janeiro) e atualmente está em fase final do mestrado em “Estudos Contemporâneos das Artes” na UFF, em que desenvolve uma pesquisa intitulada “Marcel Gautherot e Lygia Clark: a arte de corpos vibráteis”, em que estuda conexões entre as obras do fotógrafo e da artista visual.

Colabora para diversas revistas como National Geographic, World Soccer (Inglaterra), Striker (Japão), GQ, entre outras. É co-curador dos ensaios fotográficos da revista +Soma -SP. Entre suas exposições mais recentes estão “Autorretrato Sensorial”. Foi um dos oito fotógrafos selecionados no II prêmio IILA de Fotografia (2009), participando da mostra “Corazón despierto” em Roma e Washington e documentou os emigrantes brasileiros nos Estados Unidos para o projeto “The Brazilians”, em 2008.

Sobre 7 Fotografia

Fotografia estudos discussões
Esse post foi publicado em Autografia e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s