Autografia – Rodrigo Braga

Voltamos com as nossas atividades nesse comecinho de ano com um #Autografia bem especial e inspirador de Rodrigo Braga. Deixamos para vocês essas belas palavras junto com um sentimento de criação e união. Que 2013 seja um ano leve e ainda assim intenso, que nos emocione e nos mova, como a fotografia.

O que você fotografa? O que você gosta de fotografar?

O ato de fotografar para mim é decorrente de minha experiência com imagem num campo mais ampliado, que vem desde o desenho, a pintura e o meu olhar estético sobre as coisas e os assuntos ao redor. Foi revelador para mim perceber, após algum tempo de trabalho, o quanto a construção de imagens, sobretudo através da fotografia, se naturalizou em meu fazer de maneira inevitável e até certo ponto arriscada. Aprender a pensar imagética e esteticamente no dia-a-dia facilita o trabalho de qualquer fotógrafo; no entanto, o aprisiona na medida em que o olhar eminentemente estetizante pode levar a encobrir o que de fato se quer atingir. Ultimamente tenho percebido isso em meu próprio trabalho e tenho justamente refletido sobre essa questão aqui lançada: o que gosto de fotografar? – ou, de outra maneira, porque produzo imagens?

Sempre fotografei pouco, certamente por saber que a fotografia é uma construção preciosa e de alta voltagem discursiva. Com tanta profusão pictórica na atualidade, ser econômico, contundente e poético me parecem virtudes.

Em meio à minha crise (quiçá temporária) com a imagem, talvez possa dizer que tenho interesse por produzir subjetividades e trazer à luz obscuridades; sejam elas minhas ou da natureza e suas forças.

Desejo Eremita | Rodrigo Braga

Desejo Eremita | Rodrigo Braga

Rodrigo Braga nasceu em Manaus em 1976, logo mudou-se para Recife, onde frequentou cursos de artes, graduando-se mais tarde em Artes Plásticas pela UFPE (2002). Atualmente vive no Rio de Janeiro. Expõe com regularidade desde 1999 e em 2012 participa da 30ª Bienal Internacional de São Paulo. Possui obras em acervos particulares e institucionais no Brasil e no exterior, como MAM-SP, MAM-RJ e Maison Européene de La Photographie – Paris. Em 2009, recebe o Prêmio Marcantonio Vilaça – Funarte/MinC; em 2010, o Prêmio Marc Ferrez de Fotografia.

Sobre 7 Fotografia

Fotografia estudos discussões
Esse post foi publicado em Autografia e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s