Plataforma – Hélia Scheppa – Instagram

Faz tempo que penso em escrever sobre as fotografias que Hélia Scheppa faz para o Instagram mas de alguma forma pensava que precisava tentar escrever um texto mais imparcial e percebia que não seria uma tarefa lá muito fácil porque Hélia é além de uma grande profissional é uma grande amiga, uma verdadeira irmã. Fiquei um tempão rascunhando palavras, tentando escrever de forma menos pessoal mas me dei conta que não existe imparcialidade quando uma fotografia mexe e emociona a gente. E resolvi assumir uma escrita passional (nesse caso a escrita apaixonada virou o antônimo da escrita imparcial) sobre o trabalho dessa pessoa que tanto admiro.

Hélia Scheppa

Hélia Scheppa

Uma admiração que me acompanha desde que decidi me tornar fotógrafa. Me lembro bem de quando estagiava em uma assessoria de imprensa e fazia a clipagem dos jornais locais aqui de Recife. Confesso que prestava mais atenção nas fotografias do que nos textos que precisava selecionar. Acabei criando o hábito de recortar as fotografias que eu gostava e fui colocando em uma pastinha azul turquesa com uma etiqueta escrita com caneta preta a palavra “inspiração”. Com o tempo comecei a olhar as fotografias e tentar identificar o fotógrafo sem olhar o crédito. Alguns fotógrafos tinham uma identidade visual muito forte e eu sempre acertava. A campeã dos acertos era Hélia Scheppa. E foi ali, naquela clipagem diária chata, em meio aos jornais e aos copos de café que eu me apaixonei pelo trabalho dela.

Um tempo depois passei no teste e fui contratada como estagiária da fotografia do Jornal do Commercio. Cheguei super verdinha na redação e extremamente feliz, principalmente porque eu ia trabalhar com um monte de fotógrafo que eu admirava e que enchiam minha pastinha de fotografias lindas. No meio do ‘monte’ estava lá, Hélia. Eu sempre fui muito tímida e durante o tempo todo do meu estágio nunca consegui dizer para ela o quanto a sua fotografia me tocava e que era incrível poder trabalhar ao lado de uma grande referência na fotografia para mim. O tempo passou, fiquei 2 anos longe das redações e em 2010 voltei para o jornal e a vida acabou nos aproximando. De fã, virei amiga, mas ainda assim, fã.

Pois bem, vou deixar de lado esse preâmbulo saudosista e falar do que interessa: o Instagram de Hélia Scheppa. Na verdade vou precisar mexer um pouquinho mais nas memórias para falar dessas fotografias. Me lembro bem do dia que Hélia chegou para mim com a dúvida se comprava um iPhone ou uma câmera compacta. Eu tinha acabado de comprar o meu iPhone e estava bem naquela fase de ter milhões de app’s de fotografia e de estar descobrindo aquele celularzinho com uma ótima ferramenta para fotografar de maneira solta, leve, quase como uma brincadeira, e acabei fazendo uma super propaganda para ela, que acabou escolhendo o iPhone. Também lembro muito de ter comentado com Alexandre Severo, grande fotógrafo e grande amigo nosso também, que Hélia iria barbarizar com aquele celular na mão. E a resposta de Severo foi essa: Helinha barbariza fotografando com qualquer coisa. E eu emendei: vai vir coisa bonita por ai, anota isso.

Hélia Scheppa

Hélia Scheppa

Hélia Scheppa

Hélia Scheppa

Hélia Scheppa

Hélia Scheppa

E veio. Tem vindo. E a cada dia, o Instagram de Hélia fica mais bonito. No meio do grande universo de fotos de pratos de comida, autorretratos em baladas e gatos e cachorros fofinhos que dominam o Instagram, posso dizer sem medo e sem exagero, que o perfil de Hélia é um dos mais bonitos e ricos fotograficamente que já vi nessa rede. Alguém pode até pensar que é muito fácil fazer fotos bonitas com um iPhone, afinal existem centenas de aplicativos de câmeras legais e filtros bonitinhos e de fato, isso é verdade. Mas não, a fotografia de Hélia no Instagram não se sustenta por esses motivos. Ela vai além. O que se sobressai é o olhar, a sensibilidade e isso nenhum filtro consegue colocar em uma fotografia, isso vem da fotógrafa, vem de dentro.

Hélia Scheppa

Hélia Scheppa

Hélia Scheppa

Hélia Scheppa

A grande maioria das fotos que Hélia posta no Instagram são fotos produzidas no entre pauta. O que a gente chama do olhar ao redor, além da matéria que estamos alí para fotografar. São pessoas e lugares que ela esbarra todos os dias enquanto trabalha. Situações comuns, de beleza simples, porém cheias de significados e força. São fotografias que enchem os olhos, que colocam um monte de exclamações nas nossas falas. Hélia fotografa e cuida de suas fotos com carinho (não existe pressa, ela não fotografa e sai postando tudo na doida, existe toda uma pós produção pensada e executada com calma que faz toda a diferença) e a gente se sente acarinhada quando bate os olhos em seu trabalho.

Hélia Scheppa

Hélia Scheppa

E umas das coisas mais lindas e delicadas do Instagram de Hélia é a série “É cedo!”, que ela vem realizadando desde novembro de 2011 durante as visitas que faz à sua avó, de 96 anos, Naná. São imagens que retratam a rotina em que ela vive, o amor, o carinho e o cuidado entre neta e avó. O nome do trabalho surgiu a partir da frase sempre dita por Naná na despedida dos encontros quase diários: “vai não fia, é cedo!”. “É cedo!” é um ensaio que acalanta a alma, que faz a gente pensar com carinho nas pessoas que a gente ama, que faz a gente querer estar perto e cuidar dos nossos queridos. É difícil encontrar palavras tão belas e delicadas para descrever esse trabalho, tudo que penso me faz parecer piegas. Tem sentimentos que a gente não consegue descrever e esse trabalho é como um desses sentimentos, não precisa de definições e explicações, basta deixar os olhos sentindo e o coração pulsando.

É cedo | Hélia Scheppa

É cedo | Hélia Scheppa

É cedo | Hélia Scheppa

É cedo | Hélia Scheppa

Para quem quiser seguir Hélia no instagram o perfil é @heliascheppa e quem não tiver o aplicativo, da pra vê tudo nesse link aqui http://instagram.com/heliascheppa.

Sobre Priscilla Buhr

Fotógrafa, Recife
Esse post foi publicado em Plataforma e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Plataforma – Hélia Scheppa – Instagram

  1. Chico Peixoto disse:

    acho que, com o instagram, hélia se completa e mostra maturidade enquanto fotógrafa. acompanho sem trampo como fotojornalista e sei que ela traz com competência a crueza do cotidiano, mas assim como qualquer profissional da área tem o leque de possibilidades tolhido pela pauta. já com o celular, tem a chance de “brincar”; de dar vazão a tudo aquilo que por ventura não pode fazer no trabalho, produzindo fotos que buscam diálogo com o imaginário, não com o real.

    falo em maturidade pelo fato de ver no instagram de hélia a sensibilidade e os jogos de significação que habitam o trabalho dos melhores. ela apresenta excelentes imagens fazendo uso de um aparelho ainda com limitações técnicas para a fotografia profissional. ou seja, o olhar sobressai. e não trabalha o principal recurso do aplicativo – os filtros – como mero enfeite. ela os usa muito bem como componente da identidade de sua produção fotográfica. a gente olha pra foto e pensa: “isso é de helinha”.

    além de competência com toda a parafernália que o fotojornalista precisa carregar, a senhorita scheppa tem nos revelado também um trabalho autoral muito consistente usando apenas um celular. completa e madura por isso.

  2. Pingback: Podia ficar olhando pra sempre esta foto de Hélia Scheppa |

  3. Pingback: Podia ficar olhando pra sempre esta foto de Hélia Scheppa | 7 Fotografia

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s